A polémica em torno das suas declarações sobre João Palhinha após o clássico – Jorge Jesus afirmou que o médio “não levou o guião certo” – levou o técnico do Sporting a, uma vez mais, esclarecer o assunto, sublinhando que a responsabilidade foi sua, por ser o timoneiro da equipa que define a estratégia.

“O que disse ficou esclarecido. Disse que o Palhinha não levou o guião certo e nas minhas equipas quem passa o guião sou eu. Portanto, a responsabilidade das ideias dos jogadores é minha. Eles executam mas os guiões sou eu que conduzo e transmito. Se disse que ele não levou o guião certo, a responsabilidade é minha. Não lhe transmiti exatamente o que queria. Palhinha é um jovem que vai ter muito futuro”, começou por dizer o treinador leonino na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de domingo com o Moreirense.

De seguida, Jesus usou da ironia e recordou a entrevista de Javi García, onde o antigo médio do Benfica considerou JJ “o melhor técnico com quem já trabalhou”. “Estiveram aqui a arranjar problemas… durante a semana o Palhinha não treinou, pois ficou tão afetado psicologicamente com este problema [risos]. Hoje recuperou, leu a entrevista do Javi e recuperou logo. Quer ser um jogador grande como ele”, atirou, entre largos sorrisos.