Taça da Liga muda de nome

Depois de alguns anos em que a Taça Lucílio Baptista vai mudar de nome.

Durante esta noite ficou decidido que a mesma se irá passar a chamar;

TAÇA RUI OLIVEIRA

( O Sporting Rumo ao Título sabe de fonte segura que o mesmo irá entregar ao Benfica no final do mês de Janeiro, estuda-se neste momento a possibilidade deste mesmo árbitro apitar a meia final e a final para que o vencedor seja mesmo o Benfica, pois assim não haverá dúvidas quando ao vencedor ).

FEIRENSE-SPORTING, 2-0: LEÕES INDIGNADOS

Feirense-Sporting, 2-0: Leões indignados

Foto: Manuel Azevedo

O Sporting perdeu, este domingo, por 2-0 com o Feirense e no final João de Deus, treinador dos leões, não escondeu a indignação com o trabalho da equipa de arbitragem, comandada por Rui Oliveira (Porto). “Em 15 anos de trabalho, nunca vi nada assim. Foi uma vergonha. Sinto-me desrespeitado”, disse o treinador do Sporting.

“Quero saber qual vai ser a nota deste árbitro. Andamos a trabalhar há muito tempo e estragaram o nosso trabalho”, referiu.
Luís Machado, numa recarga a uma grande penalidade cobrada por Platiny, inaugurou o marcador, aos 13 minutos, com Rúben Oliveira a consumar a vitória do Feirense na segunda parte, aos 55. O Sporting ainda ficou reduzido a nove unidades, após as expulsões de Francisco Geraldes (61) e Dramé (75).

O Feirense foi quem deu o primeiro sinal de perigo no jogo, com um remate de Luís Machado, já dentro da área, a sair perto do poste da baliza de Pedro Silva, logo aos oito minutos.

Mais determinada, a equipa treinada por Pepa chegou cedo à vantagem. Ruben Ribeiro rasteirou Luís Machado dentro da área e, na conversão da grande penalidade, Platiny permitiu a defesa de Pedro Silva. No entanto, Luís Machado aproveitou a recarga para marcar aos 13 minutos.

O Sporting B sentiu dificuldades para chegar à área do Feirense, que, por sua vez, dispôs de inúmeros lances de bola parada para criar perigo. Nuno Diogo quase ampliava a vantagem na sequência de um canto, mas o guarda-redes Pedro Silva evitou o golo com uma defesa apertada (27).

Ainda antes do intervalo, o Feirense dispôs de mais uma oportunidade para marcar o segundo golo, quando Ivanildo derrubou Vasco Rocha na área. Na conversão de mais uma grande penalidade, Platiny voltou a desperdiçar o castigo máximo, rematando à barra (38).

Apesar da displicência, o Feirense acabou por ampliar a vantagem no início da segunda parte. Num lance aparentemente controlado por Pedro Silva, Rúben Oliveira chocou com o guarda-redes do Sporting B, que tinha a bola nas mãos, e permitiu o golo do médio do Feirense, aos 55 minutos, numa jogada em que fica a dúvida relativamente a uma pretensa falta sobre Pedro Silva.

Com uma desvantagem de dois golos, a tarefa do Sporting B ficou ainda mais dificultada com a expulsão de Francisco Geraldes, por palavras dirigidas ao árbitro depois de um lance em que ficam dúvidas se a bola entrou na baliza do Feirense, na sequência de um canto (61).

Apesar da inferioridade numérica, o Sporting B esteve perto de reduzir a desvantagem num livre cobrado por Cristian Ponde, com a bola a embater no poste da baliza de Makaridze (71).

Ainda antes do final da partida, o árbitro entendeu que Dramé agrediu Barge e expulsou o jogador do Sporting B, que ficou reduzido a nove unidades (76).

Ao intervalo: 1-0

Marcadores:

1-0, Luís Machado, aos 13 minutos.

2-0, Rúben Oliveira, 55.

Feirense: Makaridze, Barge, Ícaro (Mika, 46), Nuno Diogo (Rúben Oliveira, 46), Serginho, Sérgio Semedo, Fabinho, Cris, Vasco Rocha, Luís Machado e Platiny (Kukula, 70).

(Suplentes: Alampasu, Tiago Jogo, Mika, Rúben Oliveira, Jonny, Micael Freire e Kukula)

Treinador: Pepa.

Sporting B: Pedro Silva, Baldé, Sambinha, Ivanildo (Cristian Ponde, 66), Rúben Ribeiro, Fokobo, Francisco Geraldes, Rafael Barbosa (Ronaldo, 35), Sacko (Bubacar Djaló, 46), Podence e Dramé.

(Suplentes: Stojkovic, Cristian Ponde, Elói, Bubacar Djaló, Ronaldo, Jorge Silva e Zezinho)

Treinador: João de Deus.

Árbitro: Rui Oliveira (Porto)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rafael Barbosa (24), Serginho (40), Dramé (40), Makaridze (52), Fokobo (55) e Rúben Ribeiro (70). Cartão vermelho direto para Francisco Geraldes (61) e Dramé (76).

FOI ASSIM EM JANEIRO DE 2016, PASSADO UM ANO A HISTÓRIA REPETIU-SE….

SPORTING E V. SETÚBAL COMPLETAMENTE EMPATADOS: SAIBA QUEM TEM VANTAGEM NA MÉDIA DE IDADES

Sporting e V. Setúbal completamente empatados: saiba quem tem vantagem na média de idades

Foto: LUSA

O V. Setúbal está a vencer o Sporting por 1-0 ao intervalo e este resultado fará com que as duas equipas estejam totalmente empatadas na classificação do grupo A da Taça CTT.

O regulamento da competição não prevê o confronto direto como critério de desempate, pelo que é preciso olhar para a diferença de golos (+1 para ambas as equipas) e para o número de golos marcados (2 por cada uma delas). É, preciso, por isso, olhar para o terceiro e último critério de desempate: a média de idades de todos os jogadores utilizados na fase de grupos.

Ora Record já fez as contas. Nesta altura, e obviamente não contabilizando ainda com mais três possíveis jogadores em cada uma das equipas durante a segunda parte, o V. Setúbal tem clara vantagem. A média de idades de todos os futebolistas utilizados por José Couceiro na prova é de 25,43 anos, praticamente um ano a menos do que a média de idades dos leões: 26,38 anos.

João Pereira já rescindiu com o Sporting

Lateral é livre de decidir o futuro que passa pela Turquia.

João Pereira já rescindiu contrato com o Sporting e deverá ser apresentado como jogador do Trabzonspor nos próximos dias, sabe O JOGO. O lateral-direito já cumpriu os exames médicos previstos e espera agora o anúncio da data de apresentação para se tornar, oficialmente, um jogador do clube turco.

Matheus Pereira de saída

Matheus já não foge ao Belenenses

Foto: Filipe Farinha

O ‘resgate’ de João Palhinha vai implicar a cedência de Matheus Pereira ao Belenenses, estando a mesma pendente por meros detalhes.

O Sporting vai ceder este extremo até ao final da temporada, na tentativa de lhe garantir um clube que lhe permita acumular jogos, minutos e experiência suficiente para voltar a Alvalade em condições de confirmar todas as esperanças que a estrutura leonina deposita no seu potencial. O Belenenses está disposto a apostar forte nesta jovem promessa, tal como reconheceu ontem Quim Machado, técnico dos azuis.

Lançado por Jorge Jesus na temporada passada, Matheus esteve em apenas 2 dos 26 jogos do Sporting esta época.