Bryan Ruiz e Joel Campbell serão dois dos jogadores costa-riquenhos que, dentro de sensivelmente um mês, irão ser alvo de cuidados de segurança redobrados aquando da visita da seleção do seu país às Honduras, segundo revela este domingo o jornal hondurenho ‘Diez’. De acordo com aquela publicação, o pedido de reforço de segurança foi feito pela própria Federação Costa-Riquenha (FEDEFUTBOL), de modo a evitar qualquer problema com as suas estrelas.

Segundo o ‘Diez’, os cuidados especiais começarão logo na saída do aeroporto, que se fará de autocarro, que estará à espera do plantel logo na pista do Aeroporto Ramón Villeda Morales. Depois, no hotel também haverá tratamento preferencial, com a Federação a pedir pelo menos três pisos de uso exclusivo para os jogadores e elementos ticos, de modo a ter total privacidade. Neste âmbito, diga-se que Ruiz e Campbell terão direito a quarto individual, com janelas à prova de som, lençóis de algodão egípcio, almofadas com penas de ganso, televisões LCD de 37 polegadas, conector multimédia e internet sem fios de alta velocidade. Para lá dos dois leões, a FEDEFUTBOL pediu também cuidados especiais com Keylor Navas, Cristian Gamboa e Celso Borges.

O encontro com as Honduras disputa-se a 28 de março, sendo referente à quarta jornada do hexagonal de apuramento da zona norte-americana e central para o Mundial’2018.

Fonte: record.pt