Eduardo Barroso

«Tenho muita esperança que Bruno de Carvalho não seja o mandante»

Em declarações à TVI, o cirurgião recordou que conversou com o então presidente do Sporting na altura dos acontecimentos.

“Se estou com esperança de ele não ser o mandante? Claro que estou. Será para mim uma grande desilusão, uma tristeza muito grande, por ele, pela família, pelo Sporting… Tenho muita esperança que Bruno de Carvalho não seja o mandante disto. Aquilo foi uma coisa lamentável. Fui o primeiro a dizer na televisão, dois dias depois daquilo, que acreditava que Bruno de Carvalho não era o mandante. Ele classificou o crime como hediondo. O “chato” já foi depois disso. Eu disse que se ele fosse o mandante tinha de ser preso, não foi agora, foi há seis meses. E eu tenho essa esperança [que não seja] porque perguntei-lhe várias vezes e estou convicto de que me disse a verdade. Se se provar, ele vai pagar por isso e tenho pena”, explicou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.