Para Cantona foi fácil ser do Sporting

O antigo craque francês explicou à revista ‘Time Out’ as razões. “Quando viemos para aqui, levei o meu filho, que tem seis anos, a ver o Sporting e o Benfica. Vimos jogos de ambos os clubes. E ele ficou apoiante do Sporting, tal como eu”, contou.

 img_770x4332016_10_11_13_47_10_1168699

“Mergulhei na história do clube e acho que tem uma formação extraordinária, um sistema de desenvolvimento da personalidade e do potencial dos jogadores excepcional. Para mim, a verdadeira riqueza de um clube de futebol está na formação”, acrescentou.

Na mesma entrevista, o antigo craque do Manchester United voltou a elogiar a capital portuguesa, que apelida de “Rio de Janeiro da Europa”. E, acima de tudo, os restaurantes. “Eu cá como de tudo. E o vinho aqui em Portugal é muito, muito bom. O Barca Velha, por exemplo. Fica no barril durante oito ou nove anos, e depois provam-no. Se não é bom, não o engarrafam. Se é bom, engarrafam-no. O Barca Velha 2004 é óptimo”, destacou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.