«O SPORTING NÃO PAGOU ACUÑA, RAPHINHA OU BATTAGLIA; NÃO TEM UM TOSTÃO!»

O antigo candidato à presidência do Sporting, José Maria Ricciardi, alertou, esta terça-feira, que passado de presidência de Frederico Varandas nada foi feito para resolver os graves problemas financeiros; e sustenta que o clube de Alvalade está numa situação dramática.

«A situação é muito alarmante, tal como avancei nas eleições. Após um mês não vi nada. Nesta altura encontar-se numa situação de insolvência. O Sporting está em falência técnica», afirmou José Maria Ricciardi, em declarações à CMTV.

O antigo candidato garante que não irá ajudar o clube.

«Sem dinheiro não temos futebol. Não estou disposto a ajudar esta direção. Os sócios acharam que esta direção iria resolver a situação. Varandas apresentou uma direção com a área financeira e até disse que estava a dormir bem. Não vejo nenhuma credibilidade para que possa resolver os problemas.»

Ricciardi está pronto para fazer frente a Varandas.

«Sou oposição. O Sporting não tem um tostão. Deve 54 milhões aos fornecedores, pelo menos até 30 de junho. Ao contrário do que disse a comissão de gestão, o Sporting não pagou a parcela de Acuña e Raphinha. Faltam pagar mais dois milhões, e também de Battaglia. O Sporting não paga e os clubes ameaçam ir para a FIFA.»

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.