Rui Patrício

” ERA MUITO DIFÍCIL CONTINUAR. NÃO ME IA SENTIR BEM “

” Depois de tudo o que se passou na Academia de Alcochete, era muito difícil continuar no Sporting. Não me ia sentir bem e aquela final da Taça de Portugal diante do Aves (1-2) acabou por ser o jogador mais complicado da minha carreira. Não saí chateado de lá e continuo a sofrer com o os jogos do Sporting, mas agora represento outro clube com muito orgulho “.

Na entrevista à RTP o antigo guarda redes do Sporting abordou ainda um possível regresso a Alvalade:

” Não sei o dia de amanhã. O Sporting é o meu clube, e a voltar a Portugal é lógico que o Sporting é a minha casa. Mas não sei “.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.