” Não fui mercenário “

Rúben Ribeiro: «Nunca imaginei que os que rescindiram voltassem»

RECORD – Disse que a decisão de rescindir partiu de si, mas o facto de jogadores como Rui Patrício e William Carvalho terem avançado para a rescisão também influenciou?

RÚBEN RIBEIRO – Não olhei aos outros. As minhas ações são responsabilidade minha, não tomo partido de ninguém. Ouvi a minha mulher e os meus filhos, foi o que mais pesou.

R – Como viu o regresso de alguns dos seus colegas que rescindiram contrato?

RR – Não fazia a menor ideia, sinceramente, nunca me passou pela cabeça que regressassem. Não imaginei que voltassem ao clube.

R – A tal saída limpa de que o Rúben fala, de que não quer prejudicar o Sporting, enquadra-se no facto de ter sido o único jogador que não pediu uma indemnização? Foi por esse motivo que não recorreu aos tribunais?

RR – Sim, queria uma saída limpa, porque, como já disse, o Sporting deu-me todas as condições a mim e à minha família. Além disso, deu-me o prazer de ter vestido aquela camisola. O meu objetivo foi sempre o de jogar no Sporting. Mesmo tendo possibilidades de jogar noutros grandes clubes, a minha escolha foi sempre o Sporting, daí que jamais tenha pensado em prejudicar o clube. A minha decisão nada teve a ver com questões financeiras, porque se fosse isso o mais importante, não teria ido para o Sporting, teria feito outras opções.

Fonte: record.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.