Juve Leo emite comunicado

A claque do Sporting Juventude Leonina voltou a arrasar o Presidente do clube Frederico Varandas.

“Caros Sportinguistas, associados, e simpatizantes do Sporting Clube de Portugal. Na sequência das declarações do Presidente do Sporting Frederico Varandas, na noite de ontem, a propósito do evento “rugido de leão”, somos compelidos a vir, novamente, a público esclarecer várias questões.

Dizer, antes demais, e como forma de introito, que o momento serviu para, uma vez mais, na qualidade de sócios do Sporting ficar envergonhados pela triste performance de uma pessoa que até a ler, discursos escritos por terceiros, se atrapalha, demonstrando, em todas as oportunidades, a sua incapacidade de ser genuíno, conhecedor ou capaz de ser uma figura de liderança. É de facto, confrangedor.

Cumpre-nos, neste momento importante de dificuldade, ser a força que une este clube e não abandonar, em momento algum, os atletas que envergam esta nobre camisola.

Não obstante, e porque estamos perante constantes adulterações de facto, é importante esclarecer o seguinte:

1. A Juventude Leonina, contrariamente ao alegado, não se sentou com a Direção do Sporting. Deixou sim, na carta enviada à Direção, essa possibilidade. Quando convocada informou que não poderia comparecer na data indicada (e-mail que se anexa infra), pelo que, o atual Presidente deu-se ao luxo de mentir descaradamente.

2. Tanto mais, é que a Juventude Leonina, não é subserviente de nenhum presidente, deve apenas lealdade a um clube que ama e que de uma forma organizada apoia desde 1976, ou seja, antes sequer do nascimento deste Sr. Presidente e, decerto, muito antes de qualquer protocolo.

3. Nesse sentido, que fique claro a todos, que o nosso apoio não está dependente de algum acordo com alguma Direção. Fazemo-lo por livre e iniciativa própria.

4. Diga-se, igualmente, que o Protocolo assinado com esta Direção supera em muito o que o anterior Protocolo estabelecia, seja a nível de apoios para viagens; apoios às coreografias; suportes logísticos… pelo que, se desafia a Direção a publicar os termos dos Protocolos, para que as pessoas percebam realmente até ao ponto que se propõem a mentir.

5. Assim, os protestos nada tem a ver com qualquer Protocolo, caso contrário os cânticos contra a Presidência não teriam sucedido antes sequer do comunicado absurdo que anunciou o fim do mesmo, ainda que, sem qualquer valor jurídico. É antes uma clara manifestação contra a incompetência e oportunismo, o que adiante se explicitará.

6. Falou-se no processo Alcochete, o que releva o insensato de toda a argumentaria.

7. Repare-se que foi esta mesma Direção que decidiu propor os melhores termos, até hoje verificados, de qualquer Protocolo entre as Claques e o Sporting, muito após o evento de Alcochete.

8. Deveria haver alguma honestidade intelectual nas afirmações de um presidente que representa o Sporting. Não existindo, diga-se em abono do rigor, que foi esse processo de Alcochete que levou este Sr. a candidatar-se à Presidência e, neste associo, quem filmou aqueles atos hediondos? Quem publicitou os vídeos que correram o mundo? Quem se aproveitou para lançar mão da proximidade com os jogadores e até sugeriu para os jogadores agirem como agiram? E afinal, quem no fim foi o prejudicado: O Sporting, que viu contratos resolvidos e, no mandato deste Sr. Presidente, se desistiu de prosseguir os processos em curso contra esses mesmos atletas, são antes convidados de honra de tribunas, cada vez mais populosas.

9. Mas mais, porque não se reporta à divida de meio milhão contraída pela Direção de Godinho Lopes aquando do “incêndio” do Estádio da Luz onde não ficou provada a atuação das claques e cujo ex-presidente, imputou aos GOA. Que publicite o que fez ao papel, o que disse, na reunião tida na presença do OLA, Pedro Alves, e Presidente da Associação Juventude Leonina.

10. O grave de tudo isto, é que o Sporting apresenta-se a realizar provavelmente o seu pior início de época de sempre, colecionando 3 treinadores, para já; à 10ª jornada encontra-se a 10 pontos do 1º classificado da Liga Portuguesa; eliminado da Taça de Portugal pelo colosso Alverca (salvo o devido respeito); está em vias de ser eliminado da Taça da Liga e na Liga Europa contenta-se com miseráveis atuações contra Rosenborg. Se tal não fosse suficiente, olhamos para a equipa principal e vemos que não detém, por incapacidade de Hugo Viana e Beto Severo (alguém já descobriu o que ali fazem?), um ponta de lança como o Pedro Mendes, um médio como Daniel Bragança, um extremo como Matheus Pereira, um central como Domingos Duarte (vendido e revelação do Campeonato Espanhol) só para citar alguns, todos eles, sem grande margem para dúvida (leiam-se os especialistas), capazes de sentar qualquer jogador da equipa A.

11. Mas não. Preferimos contratar, por empréstimo, um Fernando que vinha para substituir um titular como o Raphinha, mas afinal vem lesionado e até à data ninguém o viu. Esta é a gestão fidedigna. E foco são os adeptos, os sócios contestatários, os simpatizantes que discordam, como se o resultado de se virar contra os próprios, não tivesse um fim anunciado.

12. O despotismo tem um limite. Não só esta Direção ganhou eleições com menos votantes, como já fez passar contas com esse mesmo rácio, pelo que, fica a pergunta, o que querem mesmo os Sportinguistas?, ao que parece não é o rumo que está a ser assumido.

13. Por último, dizer o que já se sabe, a Juventude Leonina continuará a existir, com ou sem protocolos, continuará a fazer ouvir a sua voz, a exercer a sua função primordial de apoio aos Atletas, tal qual se viu na Noruega e sempre será em todos os estádios em que o nosso Sporting jogar, com frio, chuva, nós não desistimos, somos a Juventude Leonina. E na nossa casa, desrespeitados por esta Direção, vamos sempre estar mais que nunca no apoio às nossas equipas, seja no Estádio, seja no pavilhão, não deixaremos mais passar em claro a gestão nociva com que esta Direção tem presenteado o Sporting.

Um bem haja a todos os Sportinguistas!

” Espero que tenha aprendido a lição “

Treinador do Milan deixou aviso ao internacional português.

Depois de ter sido muito criticado no final do último jogo o treinador do AC Milan falou sobre a postura do antigo jogador do Sporting.

” Sentei-me com o Rafael Leão e mostrei-lhe tudo o que fez de bem e de mal contra a Lazio. Ele depois assumiu que não saiu do banco com a melhor atitude, por isso espero que tenha aprendido a lição e que da próxima vez consigam demonstrar toda a qualidade que tem. ” explicou Stefano Pioli.

” Há gente a tremer “

Frederico Varandas destacou alguns pontos que comprovam as melhorias registadas no Sporting desde que assumiu a liderança, nomeadamente o possível aumento da participação do clube no capital da SAD.
“O Sporting está melhor porque, ao contrário do que muitos diziam, fizemos com grande sentido de responsabilidade, competência e discrição a renegociação de uma reestruturação financeira histórica e decisiva para o futuro do clube. Renegociação essa que permite ao Sporting tão só e apenas aumentar a participação no capital da SAD até próximo dos 90%! E já se nota que há gente a tremer com essa possibilidade!”, atirou o líder verde e branco na entrega dos prémios Rugidos de Leão.

Treino com três novidades

Depois da vitória na Noruega por 2-0 sobre o Rosenborg o Sporting regressou aos treinos.

Silas começou a preparar o jogo do próximo Domingo com o Belenenses SAD e no treino em Alcochete esta sexta feira contou os três regressos.

AcuñaMathieu e Jesé  foram as grandes novidades da sessão de treino orientada por Jorge Silas, eles que falharam o confronto com os noruegueses. Estes três elementos treinaram sem limitações.

Os trabalhos da formação leonina contaram ainda com as presenças dos jovens Diogo Martins, Loide Augusto e Babacar Fati.

Fernando, Rodrigo Battaglia e Jovane Cabral foram os únicos ausentes deste treino, sendo que estiveram entregues ao departamento médico e à unidade de performance.

” Quero ser um jogador de topo “

Rodrigo Fernandes cumpriu o primeiro jogo europeu da carreira. Jovem médio de 18 anos foi suplente utilizado na vitória por 2-0 frente ao Rosenborg.

Primeiro jogo europeu: “Sentimento de orgulho, é continuação do sonho, estrear-me com 18 anos. Senti-me muito bem dentro de campo, com a ajuda do grupo e quero continuar a corresponder à confiança”.

Felicidade: “Tem sido fantástico. Quero ir aos próximos jogos e dar tudo”.

Futuro: “Quero ser um jogador de futebol de topo. A minha referência é o Ronaldinho. Dos que vi, Cristiano Ronaldo e da minha posição William”.

Fonte: record.pt