Drº Frederico Varandas vê pena reduzida

sem-titulo

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) analisou o castigo imposto ao médico do Sporting, Frederico Varandas, que foi expulso frente ao FC Porto, pelas suas declarações para com o árbitro, tendo reduzido o castigo de 30 para dois dias.

Num extenso documento é possível ler no ponto oito o seguinte:

«Nos termos e pelos fundamentos supra expostos, dá-se provimento parcial ao recurso e, em consequência, revoga-se parcialmente a decisão recorrida, substituindo a medida aplicada de 30 dias de suspensão e 1903 euros de multa, por dois dias de suspensão e 1434,78 de multa.»

E assim vai o futebol em Portugal. Cada vez temos de estar mais unidos contra tudo e contra todos.

Comunicado Sporting – Drº Frederico Varandas

O Sporting acaba de emitir um comunicado na sua página oficial do Facebook.

Comunicado

Eis o comunicado:

” Hoje, às 22h30, o controle antidoping abandonou as instalações da Academia do Sporting Clube de Portugal. Em 10 anos como médico de uma equipa profissional da I Divisão nunca assisti a tal procedimento: um controle antidoping a todo o plantel na noite de véspera de uma competição.

O Sporting Clube de Portugal, só nos últimos sete dias, foi controlado quatro vezes. Dia 7 (UEFA), 8, 11 e 13 (ADOP) de Dezembro. Nesses quatro controles foram submetidos a análises de sangue e urina:

– Por duas vezes: Adrien, Gelson, Coates, João Pereira, Zeeglaar, Schellotto, Douglas, André, Paulo Oliveira e Meli;

– Por uma vez: Rui Patrício, Beto, Jug, Esgaio, Semedo, Jefferson, Petrovic, William, Bruno César, Alan Ruiz, Bryan Ruiz, Bruno Paulista, Elias, Matheus e Bas Dost.

Quem não deve não teme. Como tal, o Sporting Clube de Portugal apoia todas as medidas que visem a verdade desportiva e o erradicar de práticas ilícitas que põem em causa a saúde dos atletas. Somos totalmente a favor que exista um controlo rigoroso e permanente dos atletas profissionais de futebol. Contudo, é lamentável a falta de senso clínico e de respeito por um grupo de trabalho ao fazer um controle antidoping na noite que antecede uma competição. Tal procedimento interferiu não só com o treino da tarde, como com o jantar mas sobretudo com a recuperação e descanso dos atletas numa semana em que fizeram três jogos e mais de oito horas de viagem de avião. Pergunto se este quarto controlo (em sete dias) não poderia ter sido feito depois do jogo ou no dia seguinte.

A escolha deste timming para efectuar um controle antidoping é manifestamente infeliz, com a agravante de mais nenhum outro clube com competição agendada para amanhã ter sido controlado durante a noite.

Frederico Varandas ”

(Director Clínico S.C.P.)

Mais aqui

Defesa do Milão poderá reforçar Sporting

Vangioni

SPORTING

Leões na frente por Vangioni

Leonel Vangioni, do Milan, é a prioridade do clube de Alvalade para o próximo mercado de inverno e, segundo a imprensa italiana, está na frente da corrida pelo lateral-esquerdo.

De acordo com o portal Tuttomercato, os contactos entre Sporting e Milan já foram iniciados e o emblema lisboeta está melhor posicionado relativamente à possível contratação do jogador argentino, que também está a ser seguido pelo Sevilha.

Vangioni foi contratado pelos italianos ao River Plate, por sete milhões de euros, mas ainda não soma qualquer minuto na equipa de Milão.

Fonte: www.abola.pt

Bruno de Carvalho dispara em todas as direcções

O presidente do Sporting denuncia vários incidentes que ocorreram durante do derby com o Benfica, na Luz, e pede à Liga e à Federação Portuguesa de Futebol que atuem em conformidade. Criticou a atuação «passiva» da Polícia de Segurança Pública e utilizou a atuação de Jorge Sousa para defender, uma vez, a implementação do vídeo-árbitro.

Eis a mensagem de Bruno de Carvalho, publicada no Facebook:

NEM EFICÁCIA, NEM MAIS LÍDER, APENAS O REI VAI NÚ….

“É preciso é ser presidenciável”, “falar bonito”, “ser politicamente correcto” e “não falar nos outros”….

E assim lá vamos ficando sempre a ver a “banda” a passar….
Quem pensa assim não podia estar mais errado! Porquê? Palavras para quê? As imagens valem mais que mil palavras menos para alguns distraídos e alguma comunicação social que continua “adormecida” com o “canto das sereias”.

Já agora:

1. Será que Jorge Sousa vai ter a infelicidade de novamente ficar lesionado como aconteceu quando foi severamente castigado nas notas, na altura em que supostamente errou contra outras equipas?

2. A Liga vai ter coragem de se responsabilizar por ter permitido novamente uma coreografia que já tinha sido utilizada em jogos anteriores para agredir as pessoas do banco do Sporting CP?

3. A tão lesta FPF a abrir processos a tudo o que mexe no Sporting CP e a arquivar processos contra certos clubes que envergonham qualquer pessoa minimamente normal, será que vai ter coragem de abrir e punir severamente factos como:

– agressões constantes a elementos do Sporting CP durante todo o jogo com arremesso de objetos para o relvado;

– arremesso de very lights e petardos para cima de adeptos do Sporting CP devidamente relatados em alguma comunicação social;

– entrada de faixas e lençóis gigantes de claques ilegais com palavras de incentivo claro à violência?

4. Será que a polícia se vai penalizar pela atuação passiva com que permitiu que os elementos do banco fossem agredidos durante todo o jogo, apesar de ter efetivos que viram tudo e nada fizeram?

5. E vão penalizar-se por não terem visto nas revistas um lençol gigante de uma claque ilegal? De terem deixado adeptos do Sporting CP “levarem” com very lights e petardos?

6. Será que a UEFA e a FIFA já não estão fartas deste estado lastimável em que se encontra o futebol e acabam com estes testes inúteis do video-árbitro (recordo que já foram feitos durante anos pela Federação Holandesa que tem todos os estudos e resultados necessários) e o implementa de uma vez por todas?

Até lá, como diria o meu Tio-Avô Pinheiro de Azevedo (e com as devidas adaptações), “bardamerda para o fascista!”

Bruno de Carvalho critica o que fizeram na Luz

http://www.abola.pt/img/fotos/ABOLA2015/FOTOSDR/2016/brunodecarvalhofair11.jpg
O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, aproveitou as redes sociais para criticar a alegada falta de fair play revelada pelos adeptos do Benfica durante a partida e os alegados erros da equipa de arbitragem de Jorge Sousa.

«Depois de sermos agredidos todo o jogo com autênticas armas de arremesso que deixei amostra à comunicação social (existem clubes que com autorização da Liga chamam coreografias) e de haverem relatos de arremessos de very-lights para cima de adeptos do Sporting CP no final do jogo, infelizmente ainda tivemos de “viver” estes dois lances que tiveram influência directa no resultado. Obrigado a todos os sportinguistas que se deslocaram ao Estádio da Luz num apoio constante à equipa, como sempre! O meu pedido de desculpa a todos pelo desporto ainda sofrer de todas estas maleitas, que apesar de se terem descoberto as curas ainda estão em tratamento! E por fim um forte abraço e beijos especiais a todos os meus amigos! Viva o Sporting Clube de Portugal!», escreveu Bruno de Carvalho nas redes sociais.

In A Bola