Ele disse mesmo isto ?

Pedro Madeira Rodrigues afirmou que conta com “trunfos de última hora” para vencer as eleições mas o mais curioso é a seguinte afirmação, que se não fosse verdade e de um candidato a Presidente do Sporting dava vontade para rir, sendo assim apenas serve para ficarmos estupefactos com esta declaração quando questionado sobre o treinador que ele irá contratar:

«Com o número um, ainda não chegámos a um acordo final. Comecei a falar com o número dois mas o número um ligou-me e quer falar comigo. O numero dois também é fantástico mas o número um era o ideal para o Sporting.»

No mínimo hilariante esta resposta….. Assim vai a vida de um “pseudo candidato”…

 

Pedro Madeira Rodrigues quer vender naming do Estádio e Academia

Candidato à presidência do Sporting está em busca de investidores para o clube.

© Global Imagens

Em entrevista ao jornal A Bola, o candidato à presidência dos leões revelou qual é o seu objetivo.

“Conversámos sobretudo sobre dois assuntos: primeiro sobre a compra da Academia, que já referi por várias vezes ser uma necessidade, depois sobre o naming de Alvalade”, disse Madeira Rodrigues, que se reuniu com os grupos financeiros Al-Mulla e Behebani.

“Fomos muito bem recebidos e a recetividade de podermos abrir aqui academias do Sporting, bem como clubes e seleções do Kuwait poderem ir a Portugal, ficou em aberto. Será sem dúvida uma boa forma de entrarmos neste mercado, com muito potencial”, acrescentou.

Fonte: noticiasaominuto.com

Sporting sem Adrien vence pouco

Adrien esteve ausente um mês em outubro, devido a lesão, e até ao seu regresso os leões registaram uma vitória, uma derrota e dois empates.

No jogo frente ao Vitória de Guimarães, a 1 de outubro de 2016, Adrien Silva teve de abandonar o relvado aos 36 minutos da partida devido a uma lesão muscular na face posterior da coxa esquerda. Esse jogo acabou com um empate 3-3 no D. Afonso Henriques.

Aproveitando a paragem por causa da lesão muscular, o departamento médico decidiu, em consonância com o jogador, avançar para a operação a uma lesão meniscal, que o médio já tinha, no joelho esquerdo.

O campeão europeu recuperou bem e regressou à competição a 2 de novembro de 2016, frente ao Borússia Dortmund, partida em que entrou aos 58 minutos e o Sporting perdeu (fora) por 1-0.

Pelo meio, os leões, registaram vitória frente ao Famalicão, para a Taça de Portugal, derrota em casa frente ao Borússia de Dortmund e dois empates, contra Tondela e o Nacional.

Fonte: record.pt

Adrien vai parar 6 a 8 semanas

SPORTING

Adrien afastado entre 6 a 8 semanas

Adrien Silva, médio do Sporting, irá desfalcar os leões durante quase dois meses, depois de se ter lesionado na partida frente ao Rio Ave, no passado sábado.
No boletim clínico disponibilizado esta segunda-feira, o Sporting informa que o capitão sofreu uma lesão no ligamento lateral interno do joelho direito, que o irá afastar dos relvados entre a 6 a 8 semanas.

Desta forma, Adrien estará em dúvida para o derby frente ao Benfica, agendado para o fim de semana de 22 e 23 de abril.

Fonte: abola.pt

RESPONSÁVEL DO BENFICA NÃO CONSEGUE “DAR OS PARABÉNS AO SPORTING”

Ana Oliveira condena atitude do clube leonino

Responsável do Benfica não consegue dar os parabéns ao Sporting

Foto: Pedro Simões

A coordenadora do departamento de atletismo do Benfica, Ana Oliveira,  trata-se de “uma derrota difícil de gerir por todos os fatores e mais alguns”. “O Marcos Chuva não pode ficar associado a esta prestação menos boa do Benfica. Mas a verdade é que vínhamos para ganhar, tivemos o mesmo número de vitórias do Sporting e perdemos por cinco pontos e, se o Chuva não tem esta lesão, teríamos ganho a competição”, sublinhou.

A responsável Benfica acusou ainda o Sporting de, este ano, ter “roubado” atletas, numa alusão às polémicas transferências de vários atletas, entre eles Nélson Évora e Rasul Dabó, que este domingo obtiveram primeiros lugares nas suas provas.

Lamentando o comportamento “menos desportivo” do rival, Ana Oliveira disse que “só gente de bem e conhecedoras da verdade desportiva e daquilo que são as leis morais da vida é que pode avaliar o significado e a possibilidade de consequência grave que estas decisões da federação [autorizar transferências] podem vir a ter no futuro”.

“Não consigo dar os parabéns ao Sporting porque [a vitória] não tem a ver com justiça, nem com verdade desportiva”, sublinhou a responsável, salientando que a atitude do clube leonino “não foi uma correta atitude cívica”.

Fonte: record.pt