Sousa Cintra sobre Peseiro

O ex-presidente da Comissão de Gestão, que fez a transição entre a direção de Bruno de Carvalho e a de Frederico Varandas, concedeu uma entrevista ao jornal Record em que abordou a atualidade e o passado recente do clube.

Concretamente sobre José Peseiro, Sousa Cintra voltou a frisar que o técnico foi uma escolha sua e que este tem provas dadas, ao contrário de Mihajlovic, que saiu no período experimental, assegurando que continua convicto que «o Sporting vai ser campeão este ano», depois de um defeso em que fez as vontades ao técnico.

«Ele fazia a leitura dos jogadores. Mas perdia muito tempo a analisar. Via, via, serve, não serve, houve ali alguma falta de decisão. Tenho enorme respeito pelo treinador, mas na escolha dos jogadores houve muita indecisão. Sim, depois não, depois sim, não, talvez…», confidenciou, antes de admitir que faltou o avançado para fechar o plantel.

«Tivemos praticamente contratado aquele que jogou com o Benfica. Até lhes marcou um golo [Prijovic, do PAOK]. Tivemos as negociações muito adiantadas. Esteve para vir. O Peseiro disse primeiro que sim, depois não, e no fim até disse que ele nem sequer iria para o banco», registou.

Fonte: zerozero.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.