Rogério Alves já comunicou decisão

Pedido de Assembleia Geral destituiva foi indeferido ou seja recusado quem o confirmou foi o próprio Presidente da Mesa da Assembleia Geral Rogério Alves.

” A Mesa da Assembleia Geral deliberou, por unanimidade, rejeitar, isto é, indeferir, o requerimento que nos havia sido apresentado no dia 7 de janeiro do corrente, visando a realização de uma Assembleia Geral, cuja ordem de trabalhos seria a destituição dos órgãos sociais com invocação de justa causa”, anunciou Rogério Alves, numa declaração aos meios oficiais do clube.

Eis o comunicado:

” A Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal vem informar os Sócios e Adeptos do seguinte:

1. Nesta data deliberou, por unanimidade, indeferir o requerimento apresentado a 7 de Janeiro de 2020 pelos Sócios António Luís Barbosa Lonet Delgado e Carlos Manuel Barbieri Serra Mourinha, no qual se solicitava a convocação de uma Assembleia Geral comum extraordinária, tendo como ponto único deliberar a revogação com justa causa do mandato dos titulares de todos os Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal.

2. O indeferimento do requerimento fundamenta-se em irregularidades formais, devidamente detalhadas na deliberação.

3. Ainda assim, a Mesa da Assembleia Geral entende que os factos constantes do requerimento não integrariam o conceito de “justa causa”.

4. Todas as razões de facto e de direito que fundamentam o indeferimento encontram-se na deliberação da Mesa da Assembleia Geral remetida nesta data aos Requerentes e disponibilizada no sítio do Sporting Clube de Portugal.

5. Por fim a Mesa da Assembleia Geral esclarece ainda, que competiu aos serviços do Sporting Clube de Portugal a verificação dos requisitos estatutários que dizem respeito à elegibilidade das assinaturas.”

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.